Notícias
publicado em: 20/04/2019
Amor e fidelidade - Celebração da Sexta-feira Santa em Agudos

Celebração da Paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo na Paróquia São Paulo Apóstolo, de Agudos, contou com momentos de fé, oração, silêncio e reflexão

 

Centenas de fiéis acompanharam nesta Sexta-feira Santa (19) a tradicional celebração da Paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo, na Paróquia São Paulo Apóstolo, de Agudos. Neste dia faz-se memória sobre o sofrimento de Cristo na cruz e não há Missa em nenhuma Igreja Católica no mundo todo.

Durante a cerimônia, o pároco Frei Silvio Trinidade Werlingue disse que não devemos considerar a cruz como um adorno ou símbolo, pois a partir de Jesus Cristo, ela se torna sagrada. “A cruz não é uma vergonha, pois é testemunho irrefutável do amor e da fidelidade. Só a partir destas duas palavras é que compreendemos o seu verdadeiro significado. A cruz nunca pode sair do horizonte da Igreja, porque vai sempre nos ensinar a olhar de maneira diferente para nossos calvários e a fazer a experiência de compreender o silêncio de Deus.”, explicou

Para concluir a sua reflexão, o pároco falou aos presentes sobre a importância de celebrar a Sexta-feira Santa. “O sentido de celebrar a sexta-feira é a ressurreição de Jesus. Celebramos iluminados pela ressurreição. O amor é mais forte que a morte”.

Após a celebração, foi realizado um emocionante momento da descida de Cristo da Cruz principal da Igreja. Em seguida, todos seguiram em procissão pelas ruas de Agudos.

Por Isabela Gaspar 

Assessoria de Comunicação e Imprensa

Pastoral da Comunicação (PasCom)

Paróquia São Paulo Apóstolo de Agudos