Artigos

Centenário do Movimento Apostólico de Schoenstatt, missa na ermida em Arealva: Fonte de graça - por Orminda Machado

UMA FONTE DE GRAÇA

       No dia 18 de outubro, é celebrada Missa pelo Centenário do Movimento Apostólico de Schoenstatt, na Ermida da Mãe Peregrina, na cidade de  Arealva, Estado de São Paulo.

       A cerimônia é presidida pelo Padre Luiz Eduardo Monteiro Fontana.        Dezenas de devotos, em especial, as coordenadoras responsáveis pela visita itinerante da Mãe Peregrina às famílias, participam, renovam a Aliança de Amor e, em oração, retribuem à Mãe de Deus tudo o que ela faz a cada um, com seu imenso amor. O objetivo maior dessa “Campanha” é evangelizar com Maria, a fim de conduzir as famílias a um encontro pessoal com Cristo.

       Nesse mesmo dia, o Movimento Apostólico comemora os 100 anos da Aliança de Amor em que, a Mãe Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável habita no Santuário de Schoenstatt.

       Na Aliança de Amor com Maria, nós recordamos a “Aliança Maior”, o momento em o Céu desceu à Terra e se prostrou diante de um ser humano, momento em que Deus colocou todo o projeto de salvação nas mãos de uma única mulher: Lembramos o SIM de Maria, que mudou toda a história da humanidade e deu início à Cultura Cristã, ou seja, a Cultura da Aliança Original, a Cultura da Aliança de Amor.

       O espaço sagrado ornamentado com flores naturais, a beleza e riqueza dos textos bíblicos refletidos, e os ritos litúrgicos repletos de unção, despertam em cada coração uma alegria imensa e um amor ardoroso ao Divino Redentor e à Virgem Mãe Rainha.

        Imbuídos de fé e devoção à Mãe Rainha, peregrinos de Bauru, Iacanga e Arealva comparecem, participam e fortalecidos pela Aliança de Amor em Cristo, agradecem, com  alegria, a grande oportunidade de vivenciar  momentos de graça e de alegria..   

        Essa Celebração Eucarística pode ser descrita por três palavras: Simplicidade, fé e devoção, cujo fruto será: Pessoas fecundas, produtivas no amor, na fraternidade e na solidariedade!

      Após a bênção final a festa continua. Momentos de confraternização acontecem, ao sabor de verdadeiras delícias, preparadas pela comunidade da Paróquia Santa Catarina de Alexandria, em Arealva.

      O Movimento Apostólico de Schoenstatt acompanha e forma milhões de pessoas no seu caminho de fé, principalmente, através da “Campanha da Mãe Peregrina”, a qual surgiu no Brasil em 1950. Considerando a grandiosidade dessa diligência, o Prefeito Municipal de Arealva, Paulo Padanosque Pereira, por Decreto nº 1529, de 22 de setembro, institui o Dia da Aliança do Amor a ser comemorado, anualmente, em 18 de outubro. 

       No dia 25 de outubro, o Papa Francisco recebeu, em audiência, a família internacional do Movimento Apostólico de Schoenstatt.        Respondeu, de forma espontânea, algumas perguntas e, assim, expressou:    

“A Igreja sem Maria torna-se um orfanato!”. Papel de Maria na evangelização: “Um coração cristão não tem o direito de ser órfão, porque temos Maria!”. “Ninguém é tão maduro que possa prescindir de Maria!”. “Estou vendo daqui a imagem de Maria!”.

       No final o Santo Papa partilhou um segredo de ter uma imagem da Maria Peregrina, oferecida por um sacerdote do Movimento de Schoenstatt, na Jornada Mundial da Juventude, no Rio de Janeiro, e todos os dias quando se levanta, toca a imagem e reza.

       É uma fonte de graça, pois, a Mãe Peregrina acolhe e serve seus filhos!

       Orminda Machado de Camargo – devota da Mãe Rainha.