Reportagens Diocesanas
publicado em: 11/07/2017
Chamado e Escolhido para o Episcopado

No dia 16 do presente mês, o Santuário Diocesano do Sagrado Coração de Jesus, pela graça divina, se revestirá de uma roupagem nova e a Paróquia Universitária se rejubilará para receber o Monsenhor Luiz Antônio Lopes Ricci, que será ordenado Bispo, cerimônia que legitimará o seu sim ao episcopado.

A comunidade católica de nossa Diocese de Bauru o acolherá, com alegria e gratidão ao Deus Criador, pelo chamado a tão nobre missão.

Prezado Dom Luiz Antônio Lopes Ricci:

Nessa nova missão, seguindo os passos de Jesus e adotando suas atitudes na generosidade e na gratuidade, sua vocação encontrará plena realização de sua dignidade pessoal e episcopal.

O seu lema escolhido: “O Senhor fez em mim maravilhas” (Lc 1, 49), demonstra bem o quanto Deus Pai foi modelando o seu pensar e agir, para a realidade que exige novas posturas, coragem, motivação e ousadia, a fim de identificar as dificuldades e omissões, com liberdade e alegria!

Louvamos ao Senhor pela sua anuência de servir ao povo de Deus, com fé e esperança, conforme o coração de Cristo o Bom Pastor.

A caminhada será árdua, pois, como pastor e guia espiritual das comunidades, deverá fazer da Igreja uma casa e escola de comunhão. Como animador terá a missão de acolher, discernir e incentivar carismas, ministérios e serviços da Igreja e como pai, amigo e irmão, estar sempre aberto ao diálogo.

Na verdade, caro Dom Luiz Antônio, a Igreja necessita de pastor que nunca perca a consciência de ser discípulo em unidade, mediante uma inserção convicta e responsável, e que tenha um olhar de apóstolo capaz de identificar os flagelos da vida!

Que seu coração continue forte, grande e hospitaleiro! Que tenha sabedoria e saúde para conciliar as situações mais diversas! Que seja imbuído de um espírito de Igreja em saída, de um coração missionário e pastoral, um carisma congregacional, função profética e missionária pelas periferias humanas, que atrai e ensina, não com palavras, mas, com o resplandecente testemunho de suas virtudes e de sua firme simplicidade!

Uma tarefa singular o espera: Ser mestre da fé, anunciador da Palavra de Deus e da administração dos sacramentos, valorizando a iniciação cristã e motivando a cultura religiosa: Abrindo-se à comunicação virtual, a novas experiências, estilos e linguagens que possam encarnar, através de uma memória pedagógica, o Evangelho em toda a diocese.

No silêncio divino, aquele que o escolheu foi traçando o perfil desejável, dotando-o de virtudes humanas e demais qualidades que o tornarão apto a desempenhar a sublime missão: Postura discreta, mediador de assuntos que geram polêmicas, fé sólida e eminente, zelo apostólico e, com dinamismo e esperança, aceitar a vocação de servir ao Povo de Deus.

Que seu episcopado tenha no comando o Criador, que é real e tangível!

Confiamos a plenitude de seu ministério a Nossa Senhora Auxiliadora e à Virgem do Carmo (celebra-se o seu dia em 16 de julho), na certeza de uma intercessão profunda, na bela e exigente tarefa pastoral!

Nossas felicitações pela excelsa missão! Receba nosso abraço, carinho e gratidão. Conte com nossas orações.

Concluímos com o pensamento de Santo Agostinho: “Com vocês sou cristão, para vocês sou bispo”!

 

Orminda Machado de Camargo

paroquiana da Paróquia Universitária do Sagrado Coração de Jesus.