Palavra do Bispo
Dom Sevilha: “Caminhada da Família”

Artigo publicado no Jornal da Cidade em 12/08/2018

Quero convidar você para a Caminhada da Família, que realizaremos no próximo domingo, dia 19. Venha, você e sua família, caminhar e rezar conosco. Sairemos às 9 horas da porta da Catedral de Bauru (Pç. Rui Barbosa).

O encerramento da Caminhada será no Parque Vitória Régia, onde celebraremos a Santa Missa agradecendo a Deus pela sua família e pedindo que Ele derrame sobre ela graças e bênçãos: a saúde, a paz, a harmonia, a fé e todos os bens, e que o Pai livre sua família de todos os males e perigos. Faremos um pedido especial por aquelas famílias que estão atravessando um momento difícil, por causa de desunião, desentendimento, brigas, ameaça de separação; por causa de doenças do corpo e da alma; problemas financeiros devido ao desemprego, dívidas ou problemas com vícios em bebida, droga, jogo, consumismo compulsivo, etc.

Queremos nessa Caminhada e na Missa pedir por você que está com o coração angustiado, com uma tempestade na alma, por causa de algum problema que você está vivendo para que, caminhando juntos numa só fé, o Deus da paz fortaleça e acalme o seu coração e derrame sobre você e sua família a paz!

Sua família é um dom que Deus lhe deu. Sua família não apareceu por acaso, mas ela é uma missão que Deus lhe confiou, para você amar e servir durante toda a sua vida.

Jesus “amou até o fim” (João 13,1) e você também deve amar sua família até o fim, até que a morte os separe.

O Papa Francisco sabiamente nos escreveu que “não é possível prometer que teremos os mesmos sentimentos durante a vida inteira; mas podemos ter um projeto comum estável, comprometer-nos a amar-nos e a viver unidos até que a morte nos separe, e viver sempre uma rica intimidade.

O amor que nós prometemos supera toda emoção, sentimento ou estado de ânimo, embora possa incluí-los. É um querer bem mais profundo, com uma decisão do coração que envolve toda a existência. Assim, no meio de um conflito não resolvido e ainda que muitos sentimentos confusos girem pelo coração, mantém-se viva dia a dia a decisão de amar, de se pertencer, de partilhar a vida inteira e continuar a amar-se e a perdoar-se. Cada um dos dois realiza um caminho de crescimento e mudança pessoal. No curso de tal caminho, o amor celebra cada passo, cada etapa nova” (Amoris Laetitia, 163).

Hoje quero rezar especialmente pelos pais que comemoram o seu dia. Ser pai é uma realidade divina e humana. Toda paternidade procede de Deus, que é Pai de todos nós. Pedimos pelos pais falecidos para que estejam na felicidade eterna na presença de Deus e que todos os pais tenham sabedoria e fortaleza para realizar sua difícil e maravilhosa missão.

Além de transmitir a vida humana, o pai deve também, e sobretudo, transmitir a vida de fé. O filho aprende quem é Deus no colo do pai. É nos braços amorosos do pai da terra que o filho aprende quem é o amoroso Pai do Céu. Mais tarde, cabe à Igreja explicitar e sacramentar essa catequese e experiencia de Deus embrionárias

Vamos pedir a Deus pelas famílias com a oração que saiu do coração do Papa Francisco (A.L 325):

“Jesus, Maria e José, em Vós contemplamos o esplendor do verdadeiro amor, confiantes, a Vós nos consagramos. Sagrada Família de Nazaré, tornai também as nossas famílias lugares de comunhão e cenáculos de oração, autênticas escolas do Evangelho e pequenas igrejas domésticas. Sagrada Família de Nazaré, que nunca mais haja nas famílias episódios de violência, de fechamento e divisão; e quem tiver sido ferido ou escandalizado seja rapidamente consolidado e curado. Sagrada Família de Nazaré, fazei que todos nos tornemos conscientes do caráter sagrado e inviolável da família, da sua beleza no projeto de Deus. Jesus, Maria e José, ouvi-nos e acolhei a nossa súplica Amém”! 

Dom Sevilha, OCD.