Padroeiros

Maria Mãe do Redentor

Data: 15/09


O Concílio Vaticano II se ecoa da Tradição secular da Igreja no capítulo VIII da Constituição Lumen gentium: "A Santíssima Virgem, predestinada da eternidade como Mãe do Redentor, a companheira mais generosa de todas e a humilde escrava do Senhor. Esta maternidade da Maria perdura sem cessar na economia da graça, do consentimento que deu fielmente na Anunciação, e que manteve sem vacilar ao pé da cruz, até a realização plena e definitiva de todos os escolhidos. Pelo dom e a função de ser Mãe de Deus, pela que está unida ao Filho Redentor, e por seus singulares obrigado e funções, a Bem-aventurada Virgem está também intimamente unida à Igreja. A Mãe de Deus é figura da Igreja".

Voltar