Padroeiros

Nossa Senhora de Guadalupe

Data: 12/12


Sabemos que Nossa Senhora, assim como João Batista, está preparando o caminho. O Batista anunciou a primeira vinda, já Maria, em suas aparições, nos prepara para o retorno glorioso de Cristo.
A festa de hoje nos mostra o quanto a Virgem Santíssima quer os seus filhos, principalmente na América Latina, convertidos e crentes em Jesus, que em breve virá.
Num sábado, no ano de 1531, um indígena que, de seu lugarejo caminhava para a cidade do México, a fim de participar da catequese e da Santa Missa, quando estava na colina de Tepeyac perto da capital, Maria apareceu ao recém-convertido, Juan Diego (João Diogo), que já atualmente fora canonizado pela Igreja; e suplicou-lhe para que fosse até o Bispo, pedindo para que naquele lugar fosse construído um santuário para a honra e glória de Deus. O Bispo local usando de prudência, pediu um sinal da Virgem ao indígena, que somente na terceira aparição foi concedido. Foi quando Juan Diego estava indo buscar um sacerdote para o tio doente:
"Escute, meu filho, não há nada que temer, não fique preocupado nem assustado; não tema esta doença, nem outro qualquer dissabor ou aflição. Não estou eu aqui, a seu lado? Eu sou a sua Mãe dadivosa. Acaso não o escolhi para mim e o tomei aos meus cuidados? Que deseja mais do que isto? Não permita que nada o aflija e o perturbe. Quanto à doença do seu tio, ela não é mortal. Eu lhe peço, acredite agora mesmo, porque ele já está curado. Filho querido, essas rosas são o sinal que você vai levar ao Bispo. Diga-lhe em meu nome que, nessas rosas, ele verá minha vontade e a cumprirá. Você é meu embaixador e merece a minha confiança. Quando chegar diante dele, desdobre a sua "tilma" (manto) e mostre-lhe o que carrega, porém só em sua presença. Diga-lhe tudo o que viu e ouviu, nada omita..."
O Bispo viu não somente as rosas, mas o milagre da imagem de Nossa Senhora de Guadalupe, pintada prodigiosamente no manto do humilde indígena. Ele levou o manto com a imagem da Virgem para a capela, e ali, em meio às lágrimas, pediu perdão a Nossa Senhora.
Uma linda confirmação deu-se quando João Diego fora visitar o seu tio, que sadio narrou: "Eu também a vi. Ela veio a esta casa e falou a mim. Disse-me também que desejava a construção de um templo na colina de Tepyac e que sua imagem seria chamada de 'Santa Maria de Guadalupe', embora não tenha explicado o porquê".
Diante de tudo isso muitos se converteram e o santuário foi construído.
Disse o Papa Bento XIV: "Nela tudo é milagroso: uma Imagem que provém de flores colhidas num terreno totalmente estéril, no qual só podem crescer espinheiros... uma Imagem estampada numa tela tão rala que através dela pode se enxergar o povo e a nave da Igreja... Deus não agiu assim com nenhuma outra nação".



Voltar