Padroeiros

São Paulo Apóstolo

Data: 25/01


Jesus, no Evangelho, certa vez nos revelou que, por causa de um pecador que se converte, o céu entra em festa. Hoje toda a Igreja lembra, comemora e festeja a grande conversão de São Paulo: "Oh Paulo, mestre dos povos, ensina-nos teu amor: correr em busca do prêmio: chegar ao Cristo Senhor."
Esta realidade que cantamos e rezamos nas Laudes deste dia é o resultado concreto da “Mão Direita do Pai”, que converteu o coração de Saulo perseguidor, para Saulo seguidor do Cristianismo.
Nasceu em Tarso, na Cicília. Ele próprio se dizia da tribo de Benjamim e ao mesmo tempo cidadão romano. Pertencia à seita dos fariseus, que eram os mais fiéis às tradições judaicas.
Mandado para Jerusalém, a fim de se formar na mais autêntica tradição bíblico-judaica, teve como mestre Gamaliel alimentava contra os cristãos um ódio mortal, por isso encontramos no episódio que narra em Atos dos Apóstolos o martírio de Santo Estevão: "Arrastaram-no para fora da cidade, e se puseram a apedrejá-lo. As testemunhas tinham deposto as vestes aos pés de um jovem chamado Saulo".
Alvo do oração do Mártir, Saulo foi atingido pelo Amor de Deus, quando seis anos depois da morte de Cristo, Saulo tinha recebido a ordem de prender os cristãos e caminhava em direção de Damasco, quando: " De repente , uma luz vinda do céu o envolveu com o seu brilho. Caindo por terra, ouviu uma voz que lhe dizia: "Saulo, Saulo, por que me persegues? - Quem és Tu, Senhor? Perguntou ele. - Eu sou Jesus, é a mim que persegues "(Atos 9,4-5). Depois deste encontro pessoal com o Ressuscitado os acontecimentos e experiências de Deus foram tantas na vida de Saulo. Que Ele tornou-se o apóstolo dos gentios, coluna da Igreja e "Paulo, apóstolo de Jesus Cristo pela vontade de Deus" (Ef 1, 1).


Voltar